Peças para o próximo leilão

64 Itens encontrados

Página:

  • Grande e importante cavalo em cerâmica com restos de policromia. China, dinastia Han, 206 AC até 220 DC. Apresenta restauro. Peça adquirida na renomada casa de leilões Christie's, em Londres, na década de 1980. Ex coleção Edson Ferreira, São Paulo. 111 x 100 x 30 cm.
  • Credência em vinhático de estilo e época D. João V. Neste belo móvel podem ser detectadas todas as características do fazer artístico dos grandes ebanistas mineiros do Séc. XVIII. Brasil, Minas Gerais. Séc. XVIII. 135 x 62 x 95 cm.
  • Ettore Ximenes (1855 - 1926). Mulher sentada. Rarissima escultura em bronze com base em onix. Peça idêntica e da mesma época reproduzida na pág. 117 do livro: De Valentim a Valentim, Mayra Laudanna e Emanoel Araújo. 38 x 54 x 31 cm.
  • Raríssimo oratório em madeira policromada com figuras de Cristo deitado, três anjos e Divino espírito Santo. Brasil, Bahia, Séc XVIII. 22 x 26 x 16 cm.
  • Raríssima caixa esmoleira em madeira policromada. Ferragens originais e na parte superior figura de Cristo. Brasil, Séc XVIII. 40 x 33 x 21 cm.
  • Escravos de Ganho - Rara salva em prata batida, repuxada e cinzelada. Brasil, Bahia, Séc. XVIII. Página 91 do livro O Ofício da Prata no Brasil, de Humberto M. Franceschi. 18,3 cm
  • Magnífico serviço brasonado em porcelana Cia das Índias, com decoração Família Rosa, composto por sopeira com seu présentoir, 02 petites terrines, 05 pratos fundos, 21 pratos rasos e 07 pratinhos para bolo. Total de 35 peças. O brasão é da Família Renny. Peça do mesmo serviço reproduzida por David S. Howard, Chinese Armorial Porcelain, p. 492. China. Qing. Qianlong (1736-1795).
  • Arnaldo Ferrari (1906-1974). Construção. Têmpera sobre chapa. Assinado, cie. 29 x 38 cm. Reproduzido no livro do artista lançado na exposição da Galeria Berenice Arvani.
  • Belíssima salva em prata batida, repuxada e cinzelada, de estilo e época D. José I.  Marcas de ourives. Bahia, Brasil, Séc. XVIII. 360 gr. 22 x 4,5 cm.
  • Gomil e Bacia em prata batida, repuxada e canelada. Marcas de ourives no gomil e contraste 10 Dinheiros. Brasil, Séc. XIX. 1.600 Kg. 29,5 cm de altura o gomil e 41,5 x 29 x 6,5 cm a bacia.
  • Émile Gallé. Vaso em pasta de vidro, decorado com paisagem. França, cerca 1900. Assinado. 38 cm de altura.
  • Par de castiçais executados em chifre, decorados com alces na parte inferior. Europa, cerca de 1900. 35 cm de altura.
  • Par de candelabros em bronze ormolu e faiança de manufatura europeia, decoração em chinoiserie. Europa, segunda metade do séc. XVIII. 38 cm de altura.
  • Par de vasos em porcelana policromada Imari. Japão, primeira metade do Séc. XIX. 33 cm de altura.
  • Mário Gruber (1927-2011). Fantasiados. Óleo sobre tela. Assinado e datado 2010.100 x 100 cm.
  • Nelson Lerner(1932-2020). Sem Título. Gravura. Assinado, cid e datado 1999+9. 75 x 55 cm.  Desenhista, cenógrafo, professor, realizador de happenings e instalações brasileiras.
  • São José com menino Jesus em madeira policromada. Acompanha resplendor em prata. Brasil, Séc XVIII/XIX.42 cm de altura com a base e 36 cm de altura sem.
  • Santana Mestra em madeira policromada. Brasil, Séc XVIII/XIX. 27 x 13 cm.
  • Lygia Clark (1920-1988). Três modelos em papel, emoldurados individualmente pela pintora. 47 x 58 cm, 41 x 63 cm e 30 x 39 cm.
  • Lampadário em prata batida, fundida, repuxada e ricamente cinzelada, de estilo e época D. José I. brasil, Séc. XVIII. 70 x 30 cm.

64 Itens encontrados

Página: